14 comentários:
De Thaina nathalia a 23 de Abril de 2012 às 16:42
Bem vivemos em um país cristão, onde fica o cristianismo numa hora dessa? e acultura ? a moral ? será q tudo sumiu ? no país q e considerado o melhor por seu clima!
Seria falta de respeito legalizar a prostituição, então por isso digo Não


De André a 11 de Março de 2013 às 16:15
É uma vergonha o seu comentário. Nosso país é laico minha jovem, Laico.
Triste ver que ainda existem pessoas que baseiam a ética e a moral em cima de preceitos religiosos e não da razão.


De Maria a 16 de Abril de 2012 às 21:13
Vivemos em um país onde se pode LEGALIZAR O QUE É ERRADO E PROIBIR O QUE É CERTO! E ainda dizem que vivemos nos melhores dos governos.


De Ana Beatriz a 24 de Fevereiro de 2012 às 22:17
Cara estou achando demais este blog, tenho um debate na segunda de sociologia sobre a legalização da prostituição, e está me ajudando muito, as razões são claras, escravatura na certa, muitas pessoas dizem que as prostitutas estão lá porque querem, mas nem todas, eles não estão vendo o quando a moralidade vai ser afetada, mais do que já é pelo Brasil, Obrigada mesmo esse texto está me ajudando bastante a criar argmentos bem lícitos para o debate,
que Deus te abençoe !


De Branca a 6 de Julho de 2010 às 15:24
Infelizmente esta é a triste realidade das mulheres exploradas em todo mundo. A legalização nunca será o melhor caminho, pois o melhor seria q elas não precisassem vender seu corpo ou conceder que vendam. Para isto os governos deveriam melhorar a educação, a formação profissional das crianças e jovens que vivem em áreas de risco ou em condições sobre humanas. Mas infelizmente os políticos globais são economicos qdo se trata de investir em educação.
ISSO É UMA VERGONHA.


De Deborah a 21 de Maio de 2010 às 13:51
Bastante lúcido o seu post . Realmente, a prostituição é um a forma de exploração sexual do corpo feminino. A mulher merece ter melhores oportunidades de sucesso na vida, sem precisar vender seus favores sexuais, isso não poderá trazer felicidade para ela; ela sofre por se permitir explorar visando o prazer dos outros, por uma necessidade financeira.

Parabéns


De Pimp nightmare a 8 de Janeiro de 2010 às 22:58
Concordo com o artigo 100%

Muitos que defendem a prostituição, ás vezes a propria mulher prostituta é porque se torna "empresária" angariando outras escravas sexuais, isto é, criminososas.

É normal que os empresário(a)s da noite pressionem os governos com argumentos antigos para ficarem no paraiso do seu "negocio"



De Maria a 11 de Novembro de 2009 às 18:52
Você já leu o livro da Gabriela Silva Leite, "Eu, mulher da vida"? Não? Talvez devesse ver o outro lado antes de postar algo tão retrógrado e arbritário.
E "solução fácil" é mater tudo como está, profissionais do sexo sem aposentadoria, sem direito, sem plano de saúde, marginalizadas.


De Fernanda Castro a 20 de Junho de 2011 às 00:00
Recomendo á senhorita que vá se prostituir ao invés de defender violência para a vida alheia!Faço votos que na sua "carreira" sofra todas as barbáries que são descritas neste poste e nos blogs de ex-prostitutas que leio,porque é só a ssim que mulheres que defendem prostituição acordam.Sinto muito,mas não tenho dó nem piedade de mulheres cruéis como esta.As mulheres abusadas estariam livres se mulheres deste calibre,bem posicionadas de vida se prostirtuíssem no lugar delas!

E estou impressionada em ver um homem tendo uam visão tão lúcida desta cruel exploração sxeual nossa,meus parabéns.É assustador ver uma mulher defendendo e um homem sendo contra...é,nossas inimigas somos nós mesmas!

meus parabéns mais uma vez!


De Fernanada castro a 20 de Junho de 2011 às 00:01
Recomendo á senhorita que vá se prostituir ao invés de defender violência para a vida alheia!Faço votos que na sua "carreira" sofra todas as barbáries que são descritas neste poste e nos blogs de ex-prostitutas que leio,porque é só a ssim que mulheres que defendem prostituição acordam.Sinto muito,mas não tenho dó nem piedade de mulheres cruéis como esta.As mulheres abusadas estariam livres se mulheres deste calibre,bem posicionadas de vida se prostirtuíssem no lugar delas!

E estou impressionada em ver um homem tendo uam visão tão lúcida desta cruel exploração sxeual nossa,meus parabéns.É assustador ver uma mulher defendendo e um homem sendo contra...é,nossas inimigas somos nós mesmas!

meus parabéns mais uma vez!


De Alfredo a 16 de Abril de 2007 às 16:10
A quem se interesse, aqui estão alguns documentos utilizados na redacção deste artigo:

Bibliografia:

· Santos, Odete (2000), “A velhice da Juventude Socialista”. Avante, 19 de Outubro. Página consultada a 23 de Maio de 2003, http://www.pcp.pt/avante/20001019/403e9.html

·AIDS Congress (2001), “Prostituição versus Legalização. A questão das drogodependências”. Página consultada a 23 de Maio de 2003, http://www.aidscongress.net/article.php?id_comunicacao=50

·Correio WEB (2001), “Regulamentar ou Punir”. Página consultada a 23 de Maio de 2003, http://www2.correioweb.com.br/cw/2001-11-25/mat_22148.htm

·Temas e Assuntos (s.d.), “A legalização da prostituição refreará o tráfico de mulheres? Não! A legalização apenas legitima o abuso”. Página consultada a 23 de Maio de 2003, http://www.apf.pt/temas/tema_502.htm

·Gabeira (2003), “Prostituição na Holanda”. Página consultada a 23 de Maio de 2003, http://www.gabeira.com.br/causas/subareas.asp?idSubArea=161&idArea=8&idArtigo=341

·Gabeira (2003), “Estudo vê prós e contras de bordéis legais”. Página consultada a 23 de Maio de 2003, http://www.gabeira.com.br/causas/subareas.asp?idSubArea=161&idArea=8&idArtigo=339


De Anónimo a 16 de Abril de 2007 às 18:57
Muito Bom!


De HBesteiro a 17 de Abril de 2007 às 20:20
mto bem.. aparantemente conheces os preços no Choupalinho :P

está bom o artigo.


Comentar post